Notícias

Câmara debate soluções para Segurança Pública

09 de Maio de 2005

      A situao da Segurana Pblica em Passos foi tema de Audincia Pblica realizada pela Cmara Municipal na ltima sexta-feira (6 de maio). O debate, realizado a pedido do vereador Nivaldo Chaparral, reuniu representantes da Polcia Militar, da Polcia Civil, do Ministrio Pblico Estadual e de associaes de bairros.
      Como forma de oficializar um consolidado de propostas que deve ser encaminhado ao governo do Estado, a Audincia Pblica definiu que todas as instituies do municpio podero encaminhar as sugestes por escrito Cmara Municipal. As propostas vo somar-se quelas levantadas na Audincia, entre elas a necessidade do aumento do efetivo de policiais na cidade, em especial da Polcia Civil. Instituies interessadas em participar devem faze-lo no prazo de 30 dias.
      Os delegados da Polcia Civil, Wladimir Colli de Souza, e Paulo Queiroz Ferreira disseram na Audincia que  da turma de cerca de 700 novos policiais formados pela instituio, apenas um perito foi destacado para trabalhar na cidade. O delegado Paulo Queiroz frisou que havia a expectativa de que 12 investigadores fossem nomeados para Passos.
      Na explanao do comandante da 77 Companhia de Polcia Militar, capito Josu Emerick, os crimes hoje verificados na cidade na sua maioria so contra o patrimnio pblico. Segundo ele disse aos vereadores, entre os problemas de criminalidade, deve ser ressaltado tambm o envolvimento de menores, em especial a questo desses na reincidncia. Mesmo assim, comparando as estatsticas, o policial militar disse que entre 50 unidades da PM em Minas Gerais, o 12 BPM est situado em 26 em ndice criminal e em 47 no grfico de crimes violentos.
      A representante do Ministrio Pblico Estadual, Patrcia de Assis Lelo, revelou que as duas promotorias criminais da comarca trabalharam na denncia de cerca de 600 processos no ano passado, confirmando que a maioria dos casos envolve crimes contra o patrimnio e relao com txicos. Do lado das associaes de bairros, o vice-presidente da Associao do Santa Luzia, Isac Soares de Faria, defendeu medidas preventivas contra a criminalidade e mostrou sua preocupao sobre o grande nmero de acidentes de trnsito envolvendo motocicletas na cidade. O representante da Associao dos Moradores do Coimbras, Geovane Alves, pediu a reativao do servio de treiler da PM, para policiar nos locais de concentrao nos bairros.
      O autor da proposio da Audincia, vereador Nivaldo Chaparral, disse que o quadro de criminalidade hoje preocupante. Para ele, solues devem ser buscadas, como a que viabilizou a criao de uma patrulha rural, assinalando que com a ronda de uma viatura destacada especificamente para o setor, os furtos no meio rural j diminuram sensivelmente.
      O presidente da Cmara Municipal, vereador dr. Jos Roberto Bernardes, afirmou que foram feitas gestes junto direo da Polcia Civil na capital para o aumento do efetivo, afirmando ser importante a unio das foras polticas para o objetivo ser conseguido, a exemplo do que aconteceu na implantao da Justia Federal. O vereador

Jos Antonio Freitas Campos, o Tuco, assinalou a necessidade do municpio resgatar a sua representatividade poltica e disse ser importante maior apoio ao Conselho Tutelar e a instalao da Delegacia da Mulher.
      Na opinio do vereador Alexandre de Almeida, 1 secretrio da Casa, foi lamentvel o fato de nenhum investigador da Polcia Civil ter sido designado para a cidade. Alexandre defendeu a necessidade de maior apoio ao Corpo de Bombeiros. Por sua vez, o vereador Sebastio Bacada disse que a PM est nomeando 8 novos policiais militares para Passos, e explicou que um projeto do deputado Sargento Rodrigues, que tramita na Assemblia Legislativa, criando o Fundo de Segurana Pblica, pode transformar o setor no Estado. O vereador anunciou  que no prximo dia 24 estar sendo criado o Conselho de Segurana Pblica de Passos.
      Na avaliao do vereador Waldemar Ribeiro, vice-presidente da Casa, o fato de o municpio ter um dos menores ndices de criminalidade do Estado, deve-se competncia das polcias, embora com efetivos reduzidos. O vereador Carlos Renato, o Renatinho Ourives, afirmou que preciso a unio das foras polticas para cobrar na capital. O vereador Renato Andrade destacou a eficincia das polcias e sugeriu a realizao de mais audincias pblicas.

 

SDLP/jpe
031/2005
09/05/05

 

© 2019 Câmara Municipal de Passos
Todos os direitos resevados.