Notícias

Debate reforça necessidade de ações em conjunto contra a dengue

19 de Abril de 2007

        Com um pblico de mais de 60 pessoas, formado sobretudo por profissionais de sade, a Cmara Municipal de Passos debateu na noite de quarta-feira (18 de abril) a situao da dengue na cidade. O debate teve o objetivo de levantar propostas para conter o avano da doena e reforou a viso de que a mobilizao deve ser conjunta, entre os poderes pblicos e a sociedade civil, com aes preventivas, para conter a proliferao do mosquito transmissor da dengue.

 
        O prefeito Atade Vilela fez questo de participar do debate, comparecendo acompanhado do secretrio municipal de sade, Gilberto Kirchner Mattar, do diretor do Departamento de Sade Coletiva, Hlvio Vieira Maia; do chefe do Ncleo de Zoonose, Cssio Santos, e de mais profissionais que compem os setores envolvidos com a questo.

        Usando um telo para falar sobre a rea tcnica, o responsvel pelo Ncleo de Controle de Zoonose, Cssio Santos, disse que so 10 os casos confirmados de dengue em Passos – sendo que destes 2 importados (o paciente se contaminou fora). De acordo com ele, no ano passado foram 7 o nmero de casos, todos importados. Cssio discorreu sobre as estratgias de combate que tm sido executadas, atribuindo o crescimento do nmero de casos s chuvas intensas do comeo do ano.

        O diretor Hlvio Maia destacou o fato da cidade ter grande fluxo migratrio, afirmando que por isso sempre o risco existiu e ressaltou o empenho da equipe da Zoonose nas medidas de preveno. O vereador Marcos Salutti, depois de lembrar que a dengue tornou-se problema srio em todo o Brasil, sugeriu a organizao de um mutiro de limpeza na cidade, onde todo o entulho que contribui para a proliferao do mosquito possa ser recolhido.

        Salutti disse que a Prefeitura pode nesse sentido conseguir a parceria com produtores rurais, que emprestariam os tratores. O prefeito Atade Vilela gostou da proposta do mutiro, idia que ele considera “inteligente” nem tanto pelo lado prtico, mas pelo efeito da mobilizao da comunidade.
 
        Para o vereador Alexandre de Almeida, a Prefeitura tem que tomar conscincia da gravidade do problema, dizendo que em 2005 a administrao havia sido alertada sobre o risco do crescimento dos casos da doena. Alexandre questionou tambm sobre os repasses de recursos para o setor. Por sua vez, o vereador Hilton Silva disse considerar importante a unio de todos setores, com idias novas, para enfrentar o problema.
 
        O vereador Waldemar Ribeiro acredita que h muito barulho sobre a questo, depois de lembrar que o nmero de casos baixo na cidade, se comparado com outras cidades e que a dengue hoje um problema nacional. Waldemar acredita que h gente querendo tirar proveito poltico da questo. Em sua fala, por sua vez, o vereador Sebastio Bacada conclamou a unio de foras, apoiando a idia do mutiro de limpeza.
 
        Para o secretrio Gilberto Mattar, a cidade no est imune dengue, lembrando que 10 anos atrs j ouvira de um especialista que estivera na cidade que Passos tinha que ser considerada zona de altssimo risco por causa da proximidade dos canaviais. Segundo ele, a cana facilita a proliferao do mosquito Aedes e que em todo o tempo sempre houve um combate efetivo no municpio.
 
        O presidente da Cmara, vereador Nivaldo Chaparral, considerou positivo o resultado do debate, destacando que alm dos profissionais da sade, diversas outras pessoas da comunidade estiveram presentes, demonstrando interesse.
 


SDLP/jpe
020/2007
19/04/07

© 2019 Câmara Municipal de Passos
Todos os direitos resevados.